Só dinâmicas cristãs para você

Home » Dinâmicas Cristãs » Só dinâmicas cristãs para você
Dinâmicas Cristãs Nenhum comentário

 

Só dinâmicas cristãs para você

Quem sou eu

Objetivo: apresentação e entrosamento

Material: papel, lápis, e lápis de cor.

Desenvolvimento: cada um deve retratar num desenho como é sua vida, pode-se desenhar algo marcante.

Exemplo: Seu trabalho, sua família, seu estudo, etc…

Dar um tempo para este trabalho individual que deve ser feito em silêncio, sem nenhuma comunicação, pois cada um não deve ser influenciado.

Num segundo momento as pessoas se reúnem num grupo em forma de circulo, se a quantidade de participante não for tão grande ou subgrupos se houver várias pessoas e se apresentam dentro do circulo dizendo o nome, de onde vem, mostrando o seu desenho explicado-o e dizendo porque escolheu fazer este desenho de sua vida.

As pessoas ficam a vontade para fazerem comentários e/ou perguntas.

Termino:

O ministrador diz que ele agora não está só, pois somos um em Cristo Jesus, e que ele pode contar com o apoio de todos.

Palavra de Deus:

Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram; Romanos 12:15

Mancha ou ponto

Objetivo: refletir sobre a vida e sobre a gratidão…

Material: um

a folha branca com um ponto escuro ou mancha, bem no centro da mesa.

Desenvolvimento: mostrar ao grupo a folha com o ponto ou mancha no centro.

Depois de um minuto de observação silenciosa, pedir que se expressem descrevendo o que viram.

Provavelmente a maioria se deterá no ponto escuro.

Fazer a explicação: geralmente nos focamos apenas nos aspectos negativos dos acontecimentos, esquecendo-nos do seu lado luminoso que, quase sempre, é maior.

Se o ponto negro fosse seu problema todo o restante seria a presença de Deus ao redor.

Palavra de Deus: Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo.1 João 4:4

Identificação Pessoal com a Natureza

Objetivos: Conhecer o poder de Deus na criação

Material: Símbolos da natureza, papel e caneta.

Desenvolvimento:
Pegar de 5 a 10 imagens de paisagens destacando as estações do ano e regiões distintas. Cada imagem tem um número.

Contemplação da natureza. Cada um procura um elemento na natureza ou a imagem que mais lhe chama a atenção e reflete.
Depois deve descrever numa folha porque o escolhi? O que ele me diz?
2. Formação de pequenos grupos ou um único grupo para comentar sobre as imagens.
4. Ao final todos devem orar agradecendo a Deus pela vida e pelas maravilhas que ele criou para nós.

Palavra de Deus: E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. Gênesis 1:26

Minha vida é ???

Objetivo: Conhecimento Pessoal
Material: papel e caneta
Desenvolvimento:

Escrever numa folha de papel algumas reflexões.
1. Como eu sou?
– Ressalte suas qualidades e defeitos.

2. Como as pessoas me vêem?
– As pessoas no meu ambiente de trabalho
– As pessoas da minha família
– As pessoas da igreja.

– As pessoas da minha escola ou outros ambientes de convívio.

Como eu deveria ser?

A últimas questão deverá ser feito depois que todos tiverem terminado.

Como Deus gostaria que eu fosse?

Concluindo: Fazer um grupo e deixar que todos falem sobre suas conclusões.

Palavra de Deus:

E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Gênesis 1:27

O outro Lado

Objetivos: ver o objetivo comum do grupo. Processo de comunhão e união. Análise da realidade.

Desenvolvimento: (não dizer o objetivo da dinâmica).

O coordenador pede a todos que se coloquem no fundo da sala ocupando toda parede. Pede silêncio absoluto, muita atenção para a ordem que vai ser dada e que sejam rigorosamente fieis a ela. Deve manter silêncio durante a dinâmica.

A ordem é a seguinte: Vocês deverão procurar como grupo, atingir o outro lado da sala, da forma mais rápida possível e mais eficiente.

Repete-se a ordem várias vezes. Até que todos cheguem juntos.

O coordenador dirá que a ordem não foi cumprida, pede ao grupo que recomece. Repita a ordem várias vezes, pedindo que haja silêncio.

NOTA: É bom que haja obstáculos pelo meio da sala (cadeiras…) dificultando a passagem. Ele considerará a tarefa cumprida quando julgar que o grupo se aproximou do ideal alcançando o outro lado unido, obedecendo ao ritmo um dos outros, tendo incluindo todos na travessia.

Em seguida fazer comentários sobre tudo que observaram e sentiram:

– Como cada um se sentiu?

– Quem se sentiu esmagado e desrespeitado?

– Quem ais correu ou empurrou?

– De que forma as lideranças foram se manifestando???

– Houve desistência no meio do caminho?

– Surgiram animadores???

Palavra de Deus:
Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. 1 Coríntios 12:12

Espelho

Objetivo: Partilha dos sentimentos.

Desenvolvimento: O ambiente deve ser silencioso.

Cada um deve pensar em alguém que lhe seja muito importante, aquém gostaria da atenção em todos os momentos, alguém que se ama de verdade, que merece todo cuidado.

Pensar nos motivos que as tornam tão amada.

(Deixar tempo para interiorização).

Agora cada um vai encontrar a pessoa que lhe tem um grande significado.

Cada um em silêncio profundo se dirige até a caixa, olha a tampa e volta em silêncio para seu lugar. Depois se faz a partilha dos próprios sentimentos, das reflexões e conclusões de cada um.

No fundo da caixa há um espelho ao olhar a pessoa vê seu reflexo e sendo assim a pessoa compreende a importância de fazer boas escolhas para si mesmo a auto estima elevada quando percebemos a nossa importância.

Palavra de Deus: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

Números

Objetivos: Conhecimentos Pessoais.

Material: Cartões com números diferentes.

Desenvolvimento: Cada participante recebe um número que não deve ser mostrado para ninguém.

Dada a ordem, cada um vai procurar o número igual e não acha.

Comentam-se as conclusões tiradas (Somos únicos e irrepetíveis perante o outro).

Palavra de Deus: Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove, e não vai após a perdida até que venha a achá-la? Lucas 15:4

Sensações de vida ou morte
Objetivo: analisar o tempo de vida e as prioridades.

Material: caixas de palito de fósforo.

Desenvolvimento: grupo em círculo e ambiente escuro.

Quando o animador disser já todos devem acender um palito de fósforo, e começar a pensar tudo que ele deseja que aconteça em sua vida até que o palito se acabe.

Reflexão:

O tempo da chama é curto é preciso priorizar as necessidades.
A chama simboliza a vida, quem nos dá a vida é Deus e somente ele pode decidir quando a chama se apagará.
Somos como o palito, Deus é a vida em nós, temos sido gratos pelo o que ele nos deu?
A chama que se apaga no mundo deverá se acender no dia do julgamento perante o senhor, estamos dispostos a ser chama viva para toda a eternidade? Merecemos tal dádiva?

Analisar a dinâmica e os sentimentos.

Palavra de Deus: O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. João 10:10

Meu presente para você.
Objetivo: celebração penitencial e compromisso.

Material: não há material, usar a imaginação.

Desenvolvimento: o grupo deve estar em círculo.

Colocar a imagens em folhas de papel de:

um machado,
uma rosa
uma bomba.
Numa caixa deve conter os nomes dos participantes. Então cada um deverá pegar um nome sem comentar sobre o nome sorteado.

Um dos participantes pega uma das imagens.(machado, rosa ou óculos) Lê o nome da pessoa sorteada e diz porque ela daria este presente.

Exemplo1: eu te dou esta rosa para que você seja como ela delicada e bonita e exale perfume da sua presença.

Exemplo 2: Eu te dou o machado para que você arranque todo mal humor da sua vida.

Exemplo 3: Eu te dou bomba para acabar com todas as brigas em sua casa.

Observações: Você pode acrescentar outros objetos, com outros sentidos.

Palavra de Deus:

Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Mateus 7:7

Nossos Valores

Objetivo: reconhecer os valores e qualidades.

Material: Cartões com valores escritos.

Exemplo: Calmo, extrovertido, tímido, paciente, nervoso, ansioso, perseverante, triste, feliz

Desenvolvimentos: cada pessoa recebe um cartão aleatório com um valor que ela deve analisar se possuem ou não tal qualidade. Analisar:

Se possui: Porque eu possuo esta qualidade.

Se não possuo: Porque não possuo esta qualidade.

Deixar um momento para a reflexão pessoal.

Depois cada um vai dizer se considera ter mesmo este valor ou não. E se reconhece no grupo alguém que tem o mesmo valor, se houver ela deve entregar para ela o cartão e dizer porque acredita que ela tem tal qualidade.

Só no final da dinâmica, recolher todos os cartões.

Entregar a cada participante papel e caneta. Ler cada cartão e pedir que as pessoas anotem em duas colunas. Sendo a 1ª coluna os valores que possuem e na 2ª coluna os valores que julgar não possuir.

Peça que escreva no final da folha as qualidades que perceberem que não são boas mais que elas julgarem que possuem.

Todos devem levar as más qualidades amassadas e jogarem no lixo.

No final recolher as más qualidades e colocar fogo, e convidar os participantes a abandonarem as más qualidades.

E dizer que restou no papel as boas qualidades, peça que eles guardem e pratiquem as boas qualidades, e faça uma oração pedindo a Deus que os conceda as virtudes que ficaram, dando a todos força para perseverarem nas boas qualidades e força para abandonar as más qualidades

Palavra de Deus:

5 – E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo.

6 – E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.

7 – Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil.

8 – Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;

9 – E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;

10 – E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas.

11 – Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer. I Coríntios 12:5-11

LEAVE A COMMENT